sexta-feira, 31 de outubro de 2014

UMA ADMINISTRAÇÃO EM "CHEQUE MATE"

Desempenho de Camilo na Capital deve ser avaliado, dizem aliados do prefeito

rcccc
“A derrota de Camilo Santana (PT) para Eunício Oliveira (PMDB) entre o eleitorado de Fortaleza, na disputa pelo governo, é coisa a ser avaliada com atenção, dizem aliados ao prefeito Roberto Cláudio (Pros) e ao governador Cid Gomes (Pros) e cabos eleitorais do petista. Animado por seu desempenho na capital, Eunício afirmou nessa quinta-feira (30) que o PMDB terá candidato a prefeito em 2016 e prometeu oposição ao futuro governador.
O adversário de Camilo o venceu em Fortaleza no primeiro turno e aumentou a vantagem no segundo. Eunício recebeu 540.221 votos contra 434.393 do petista na primeira etapa da eleição. No último domingo, Camilo teve 526.239 e Eunício 702.380.
“É necessário fazermos uma análise detalhada sobre o significado desse resultado. A gente tem que avaliar a comunicação. Fortaleza não é para principiantes”, disse o líder do prefeito na Câmara, Evaldo Lima (PCdoB). Para Evaldo, o não envolvimento de Dilma Rousseff na campanha de Camilo, em respeito a Eunício, também aliado ao governo federal, pode ser uma explicação. “Não sei até que ponto a estratégia geral foi correta”.
Para José Sarto (Pros), líder do governo Cid na Assembleia, o desempenho em Fortaleza de Camilo não está diretamente relacionado à gestão Roberto Cláudio e sim a fatores ligados à administração estadual que se fazem sentir com mais força na Capital, como a insegurança. “A candidatura adversária soube explorar isso muito bem”. Lembrando a eleição de Maria Luiza Fontenele, em 1985, ele afirma que “Fortaleza sempre foi uma cidade atípica”. Sarto diz acreditar ainda que o crescimento de Aécio Neves (PSDB) pode ter ajudado Eunício.
Seja como for, Sarto observa que Cid e aliados devem estar atentos à mensagem do eleitorado fortalezense, que daqui a dois anos votará para prefeito. “Com humildade e franqueza, isso deve ser examinado, para que possamos corrigir a tempo e melhorar a interlocução com a Capital”.
(O POVO)

NÃO ACEITARÁ INFIDELIDADE

Eunício Oliveira afirma que PMDB fará oposição a Camilo e que não aceitará infidelidades

foto eunício oliv
O senador peemedebista Eunício Oliveira, candidato derrotado ao Governo do Ceará, declarou ao jornal Folha de S.Paulo que “o PMDB é, a partir de agora, oposição no Ceará”. Ele prometeu, inclusive, punir correligionários que forem para base do vitorioso Camilo Santana (PT).
“Faremos oposição propositiva, e não raivosa. Oposição assina CPI, faz o que precisa ser feito. Aquele parlamentar que for cooptado e quiser fazer parte do governo, vamos brigar para que perca o mandato na Justiça”, deixou claro o presidente regional do PMDB.
Eunício disse também que o PMDB lançará candidato a prefeito de Fortaleza e na maioria dos municípios cearenses. “Vou coordenar isso particularmente em 2016. Saímos extremamente fortalecidos das urnas. Tivemos 57% dos votos na Capital”.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

ENTREVISTA COM EUNÍCIO OLIVEIRA


Eunício critica PT, denuncia crimes eleitorais e anuncia candidatura em Fortaleza

Anderson Pires
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail





Candidato derrotado ao governo do Ceará, o senador Eunício Oliveira (PMDB) repete um colega de partido e diz: "O PT é uma harpa paraguaia. Porque a harpa normal se toca para frente e para trás. A harpa paraguaia só se toca para dentro".

O líder do PMDB foi derrotado no segundo turno para o petista Camilo Santana, 46, aliado dos irmãos Cid e Ciro Gomes (Pros).

Ele ataca a legislação eleitoral, que permite que um aliado de Dilma, ele, no caso, tenha como adversário na eleição estadual um candidato do partido da presidente.

"Eu sou aliado a Dilma no plano nacional e tem um candidato do partido contra mim no plano estadual. Não vê como isso é estranho? O Supremo errou quando cortou a verticalização das eleições. Isso está errado. A Suprema Corte também erra."

 A seguir, trechos de sua entrevista à Folha.

Folha - Henrique Eduardo Alves, do PMDB e presidente da Câmara, reclamou do apoio que o PT deu ao adversário dele, Robinson Faria, que acabou eleito governador no Rio Grande do Norte. Como o sr. avalia a participação do PT nacional no Ceará? Foi cumprido o prometido?
Eunício Oliveira -
A eleição passou. Eu aceito as coisas com naturalidade. Tive quase 2 milhões e 100 mil votos do povo cearense e é isso que eu quero levar dessa eleição. Em relação à participação nacional do PT prefiro guardar minha avaliação para mim mesmo. Não quero externar nenhum juízo de valor. Faço minha autocrítica e espero que eles façam também a deles.

Ficou algum trauma das urnas que pode azedar a relação dos dois partidos no plano nacional?
Sinceramente, mágoa nenhuma. Mas é como disse hoje meu amigo Luiz Henrique [senador do PMDB-SC]. O PT é uma harpa paraguaia. Porque a harpa normal se toca para frente e para trás. A harpa paraguaia só se toca para dentro.

E o senhor concorda com essa avaliação?
Você tem alguma dúvida disso (risos)?

Mas o PT não enviou nem a Dilma nem o Lula para pedir votos para o adversário do senhor. Eles não teriam cumprido parte do acordo?
Eu sou aliado a Dilma no plano nacional e tem um candidato do partido contra mim no plano estadual. Não vê como isso é estranho? O Supremo errou quando cortou a verticalização das eleições. Isso está errado. A Suprema Corte também erra. É feito por homens e mulheres. Nacionalmente eu pedia votos para o 13, mas, no Estado, não podia pedir para o 13, porque meu adversário é do PT. Essa legislação está equivocada. Precisa de uma reforma política já.

Em seu primeiro discurso após eleita, a presidente Dilma Rousseff (PT) sinalizou a necessidade de uma reforma política e o desejo de realizar um plebiscito, mas alguns líderes do seu partido já mostraram resistência em relação a este segundo ponto. O sr. vê viabilidade na realização do plebiscito?
Eu sou líder do PMDB do Senado e lhe digo: isso não passa dessa forma. O Congresso vai derrubar se vier dessa forma. Nós entendemos que tem que existir um referendo, porque a população tem que ser ouvida. O Congresso aprova uma reforma política, e a população vota se quer ou não. O plebiscito não tem sentido. Acabamos de passar por uma eleição. Vamos passar por outra para aprovar uma Constituinte? Não existe isso. Na democracia deve-se respeito ao Parlamento como aos outros poderes. Se vier dessa forma eu encaminho contra.

E em relação àqueles peemedebistas que não fecharam apoio com Dilma? Ainda existe o racha no partido? Fala-se da eleição de Eduardo Cunha, líder do bloco dos dissidentes, para a Câmara em 2015...
Disputa de mesa é normal. O PMDB não pode se candidatar? Por que não? O PT não disputou com o PMDB no Rio, sendo que o Pezão disputava a reeleição? Então pode existir disputas internas, mas não quando a preferência é do PT? É de novo a história da harpa.

Fechado o segundo turno, o PMDB foi o partido com mais governadores eleitos nos Estados, sete, ao todo. Isso força uma maior proximidade da presidente com a bancada peemedebista? Aumentará a composição de nomes do partido no ministério?

O PMDB aumentou sua força no país. Essa questão de ministério para mim é secundária. Por mim o PMDB nem aceitava nenhum ministério nesse governo. Nosso apoio não foi por cargo foi em nome de um projeto. E somos hoje o maior partido do Brasil. Sai eleição e entra eleição e o PMDB sempre sai mais forte. Quem não tem tamanho desqualifica o PMDB, mas a população vai lá e mostra que quer o PMDB novamente. É sempre assim. Em relação ao governo Dilma nós não somos agregados. Nós somos o governo. Meu presidente [do partido] é o vice-presidente da República, o Michel Temer. Nós estamos fortalecidos em nome de um projeto maior.

Com essa capilaridade, qual é o projeto do PMDB para 2018?
Eu defendo candidatura própria para presidente. Eu e uma ala importante do partido defendemos isso. O PMDB não precisa ficar à sombra de ninguém. É o maior partido do Brasil.

O sr. defende então o rompimento com o PT para 2018?
Eu defendo que o PMDB lance candidatura própria. Cada partido é livre para seguir seu rumo. Se eles quiserem caminhar em outra posição que fiquem à vontade.

O governador Cid Gomes tem sido cotado para ser ministro de Dilma nesse segundo mandato. O que o sr. acha disso?
Primeiro eu não tenho poder de vetar uma indicação da presidente. Segundo, mesmo que tivesse, não agiria dessa forma, pois qualquer coisa que seja favorável ao meu Estado eu aprovo. Terceiro porque não faço política com ódio ou ressentimento.

Na véspera da eleição estadual o sr. chegou a declarar que o governador usou a máquina do governo para 'esmagar' sua candidatura. O que especificamente foi feito na disputa?
Quem andou em Fortaleza no dia das eleições viu nas ruas mais um milhão de camisas amarelas [cor do adversário Camilo Santana] sendo distribuídas com dinheiro dentro, algo em torno de R$ 70. Na cidade de Quiterianópolis ficamos sabendo que o governo deu feriado nas escolas, prometeu adutora e que ia asfaltar as ruas. Isso na véspera da eleição. Aí, eu que nas pesquisas tinha lá 80% do eleitorado passei a ter 20%. Inverteu o processo. Isso é uso da máquina ou bênção de Deus?

O sr. também reclamou nestas eleições dos ataques que recebeu do atual secretário de Saúde do Ceará Ciro Gomes...
Ele é um desequilibrado. Estava desesperado achando que ia perder o governo, porque ele acha que aquilo é dele e ninguém pode tomar. Levantei 19 processos contra ele, por injúria, difamação e danos morais. Quando receber o dinheiro dele já sinalizei que vou doar tudo para uma instituição que cuida de drogados.

O novo governador Camilo Santana assume com ampla maioria na Assembleia Legislativa. Qual será a posição do sr. a partir de agora no Estado? Muito tem se falado do desejo do sr. de organizar a oposição no Ceará...
O PMDB é a partir de agora oposição no Ceará. Faremos uma oposição propositiva, e não raivosa. Oposição assina CPI, faz o que precisa ser feito. Aquele parlamentar que for cooptado e quiser fazer parte do governo nós vamos brigar para que ele perca seu mandato na Justiça. A legislação eleitoral exige fidelidade partidária e nós vamos fazer valer isso. Vamos fiscalizar o governo.

Embora tenha perdido em 149 municípios do Ceará, o sr. conseguiu vencer em Fortaleza, que é administrada por um prefeito ligado a Cid Gomes. Isso credencia o PMDB para concorrer daqui a dois anos?
O PMDB vai lançar candidatura em Fortaleza e na maioria dos municípios cearenses. Eu vou coordenar isso particularmente em 2016. Saímos extremamente fortalecidos das urnas. Tivemos 57% dos votos na capital. Ganhamos em todas as cidades da região metropolitana, menos duas. Ou seja, estamos fortes.

* Com informações da Folha de S. Paulo

E OS FUNCIONÁRIOS FANTASMAS DE NOVA RUSSAS?

Ex-prefeito de Iracema é condenado por improbidade administrativa

tjce
O ex-prefeito do Município de Iracema (a 278 km de Fortaleza), Otacílio Beserra Meneses, foi condenado a pagar multa de R$ 30 mil por atos de improbidade administrativa. Além disso, teve os direitos políticos suspensos por quatro anos.

A decisão, proferida nessa quarta-feira (29/10), é do juiz Francisco Marcello Alves Nobre, integrante do Grupo de Auxílio do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) para agilizar o julgamento de ações de improbidade e de crimes contra a administração pública (Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça).

Segundo os autos, nos exercícios financeiros de 2010 até abril de 2011, o ex-gestor teria admitido, sem realização de concurso público, vários parentes de servidores de carreira para trabalharem no lugar destes, os quais tinham se afastado por motivos diversos. Alguns dos contratados trabalhavam como se fossem os próprios servidores e passavam a receber os salários em nome dos concursados. Por isso, o Ministério Público do Ceará (MP/CE) interpôs ação civil pública contra o ex-prefeito.

Na contestação, Otacílio Beserra Meneses alegou não haver indício de que essas trocas irregulares fossem do conhecimento dele, o que não caracteriza improbidade administrativa.

Ao julgar o caso, o magistrado entendeu que as substituições eram de conhecimento do ex-gestor e feriram o princípio da legalidade. “Evidencia-se a existência de má-fé do promovido [prefeito] e o consequente dolo na conduta, haja vista que permitiu que diversos servidores públicos fossem substituídos de maneira informal por parentes, por vários meses, o que demonstra que a aquiescência do agente foi consciente e deliberada”.

Com informações do Tribunal de Justiça do Ceará.

QUEM AVISA AMIGO É.

Ciro Gomes alerta: Coalização precisa mudar para que DiIma termine seu novo mandato

foto ciro gomes
“Eu não gosto da coalizão que está no poder do Brasil com a Dilma, PT-PMDB. Se não for mudada, inclusive no plano moral, talvez a Dilma não consiga terminar seu mandato”, alerta o ex-ministro Ciro Gomes (Pros), atual secretário estadual da Saúde, ao ser indagado sobre o cenário político-econômico do País pós-resultado das urnas. 
Ciro Gomes lamenta ainda que nenhum dos candidatos à Presidência, na eleição deste ano, demonstrou compromisso em celebrar um projeto econômico para o País.
“Todos eles discutiram, prostrados diante do setor financeiro, nuances de conservadorismo. E com esse conservadorismo o Brasil não sai dessa crise sem um grave colapso”. Com US$ 86 bilhões de déficit nas transações correntes com o estrangeiro, tem-se um efeito no País de uma transação crônica, crescente sobre o câmbio, e uma moeda que tende a se desvalorizar, avalia. Para ele, esta é a ameaça inflacionária real que não pode ser combatida com taxa de juros, política do Governo de Dilma Rousseff (PT).

Indagado se esse é o momento do Brasil crescer ou conter a inflação, Ciro afirma: “Se não crescer, a proporção da dívida versus PIB e seus efeitos fiscais vai continuar se deteriorando. Não te equação para o desequilíbrio nas nossas contas externas”.

Para o ex-ministro, no entanto, ao final da apuração, acabou prevalecendo a lucidez do brasileiro que preferiu guardar alguns valores centrais com a reeleição da presidente, frente ao “entreguismo alienante do PSDB”.

(Com O POVO

domingo, 19 de outubro de 2014

DILMA ADMITE DESVIO NA PETROBRAS

Dilma admite desvio na Petrobras, pela primeira vez

dilma A presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, admitiu neste sábado, 18, que “houve desvio” na Petrobras, conforme denúncias do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa. Foi a primeira vez que a presidente confirmou a existência de desvio. A confirmação pela candidata ocorreu durante entrevista coletiva nesta tarde, no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. “Se houve desvio de dinheiro público queremos ele de volta. Se houve não, houve, viu?”, afirmou. As informações são da Agência Estado.

Dilma afirmou também que o governo pretende pedir o ressarcimento de todos os recursos desviados pelo esquema comandado por Costa, com recursos desviados por meio de construtoras para financiar partidos políticos – entre eles, o PT, o PMDB e o PP. “Eu tomarei todas as medidas para ressarcir tudo e todos”, disse. “Farei todo o possível para ressarcir o País.”

A presidente, contudo, disse que ainda não foi informada sobre valores que poderiam voltar para a estatal em razão da recusa do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir o acesso do governo a detalhes da delação premiada de Costa. “Ninguém sabe o que tem para ser ressarcido, porque os dados mais importantes da delação premiada não foram entregues a nós”, disse.

Ao ser questionada sobre se o pagamento de R$ 10 milhões por Costa ao ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra, morto no início deste ano, tiraria dos tucanos a bandeira da ética, ela afirmou que “ninguém está acima de suspeita”. “Não acho que ninguém no País tenha a primazia da bandeira da ética. Até o retrospecto do PSDB não lhe dá essa condição. Acho que não dá a partido nenhum” comentou. “Acho que ninguém está acima de qualquer suspeita no Brasil.”

sábado, 18 de outubro de 2014

OUTRA VIA


Camilo e Aécio são colocados juntos em adesivos distribuídos no Ceará

Anderson Pires
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail





Leitores Ceará New 7 enviaram à redação do portal a imagem de adesivos, que estariam sendo distribuídos nas ruas do Estado, com a citação “Sou Camilo Voto Aécio”. A inusitada assimilação das duas candidaturas, que pertencem a partidos historicamente opostos, no caso o PT e o PSDB, chama a atenção para a pluralidade de opinião do eleitor neste pleito.

Até o momento, nenhum grupo político assumiu a autoria sobre a produção e distribuição do material. Por telefone, nossa reportagem tentou entrar em contato com as coordenadorias das campanhas de Aécio Neves e Camilo Santana no Ceará, no entanto, ninguém atendeu ao chamado.

DISPUTA LOCAL
Os dois postulantes ao comando do Palácio da Abolição, Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), declaram abertamente apoio à recondução de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República. O Ceará, inclusive, foi um dos Estados onde ela obteve a maioria dos votos no primeiro turno. Aécio Neves (PSDB), por sua vez, conta com o apoio do senador eleito Tasso Jereissati (PSDB), que assumiu a coordenadoria da campanha do candidato tucano em todo o nordeste.

DIÁRIO DO CANDIDATO

DIÁRIO DO CANDIDATO

Eunício Oliveira e Tasso Jereissati participam de carreata em Quixadá

Anderson Pires
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail





Ao lado do senador eleito Tasso Jereissati (PSDB), o candidato ao Governo do Estado, Eunício Oliveira (PMDB), participou de uma carreata pelas ruas de Quixadá, município do Sertão Central cearense. A mobilização aconteceu na manhã desta sexta-feira (17) e percorreu vários bairros da cidade, até chegar ao Campo Velho, onde Eunício agradeceu os votos recebidos pelos moradores durante o primeiro turno das eleições.

"Quixadá tem um grande potencial para o turismo de esportes radicais, mas o governo não cuidou disso. Assim como também não cuidou da convivência com a seca, da saúde, da educação e nem de projetos para o desenvolvimento das cidades. Vamos reativar os industriais no interior e criar a infraestrutura necessária para gerar renda e melhores empregos”, declarou o candidato.

Ricardo Silveira, liderança política de Quixadá, afirmou que o Ceará precisa de um governo de diálogo. "Nossa cidade está totalmente desamparada. Votamos em Eunício por acreditar que ele vai realizar grandes projetos em todo o nosso estado", defendeu.

O prefeito de Mombaça, Ecildo Filho, destacou que a eleição de Eunício significará a escolha por um governo preocupado em resolver a insegurança que assola o Ceará.

Antônio Sales, ex-prefeito de Banabuiú, disse que vota em Eunício porque o Ceará precisa de um homem digno e que conheça a realidade do povo pobre. O prefeito de Banabuiú, Veridiano Sales, e vereadores também prestigiaram a atividade em Quixadá.

O vereador de Quixeramobim, Rômulo Filho, destacou que as propostas de Eunício são as melhores para atender a população. "Por tudo o que ele fez como deputado federal, senador e ministro do presidente Lula, Eunício está gabaritado para ser um grande governador", ressaltou.

Várias outras lideranças da região prestigiaram as atividades, entre elas, o prefeito de Quixadá, João Hudson, e o ex-prefeito de Madalena, Wilson de Pinho.

* Com informações da coligação "Ceará de Todos"

PESQUISA ELEITORAL


Sensus mostra Aécio Neves com 13 pontos à frente de Dilma Rousseff

Tucano tem 56,4% e petista 43,6% das intenções do voto válidos, em levantamento encomendado pela revista Istoé.

Anderson Pires
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail





A Pesquisa ISTOÉ/Sensus para a Presidência da República, divulgada na noite nesta sexta-feira (17), mostra Aécio Neves (PSDB) com 56,4% e Dilma Rosseff (PT) com 43,6% das intenções do voto. A diferença entre os dois candidatos é de 12,8 pontos percentuais, o que representa cerca de 19,5 milhões de votos. Considerando os votos totais, Aécio tem 49,7% e Dilma, 38,4%. Eleitores indecisos ou dispostos a votar em branco representam 12%.

A pesquisa indica ainda o índice de conhecimento do eleitor sobre os candidatos. Dilma foi reconhecida por 94,4% dos entrevistados e Aécio por 93,3%. “Com os candidatos mais conhecidos, a tendência é a de que o voto fique mais consolidado”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus.

Na avaliação dos índices de rejeição, 45,4% dos eleitores consultados disseram que não votariam da candidata petista, enquanto 29,9% afirmaram que não votariam no concorrente tucano.

O levantamento ouviu 2.000 eleitores de 24 Estados, entre os dias 14 e 17 de outubro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-01094/2014. A margem de erro é de 2,2% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

* Com informações da revista Época

SEGUNDO TURNO

No primeiro encontro oficial, Aécio diz que acatará sugestões de Marina

eleições 2014 2t psdb aécio e marina

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, confirmou nesta sexta-feira (17) que vai incorporar medidas sugeridas pela ex-senadora Marina Silva, do PSB, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno. Entre as propostas de Marina, estão a consolidação e ampliação das políticas sociais do atual governo, como o Bolsa Família, e o desenvolvimento econômico com sustentabilidade.

No primeiro encontro oficial dos dois, em um espaço empresarial, no bairro da Lapa, sem o seu tradicional coque e penteada com um rabo de cavalo que deixou à mostra os longos cabelos cacheados, Marina Silva causou impacto entre os presentes, em sua maioria líderes, do PDSB, PSB e das siglas que estão apoiando Aécio no segundo turno. Brincando, ela justificou que, por estar com gripe, não pôde prender os cabelos como de costume.

Aécio disse que o apoio de Marina o deixa em uma condição mais confortável na disputa com a candidata do PT, Dilma Rousseff. “Estou hoje vivendo um momento muito, mas muito marcante, eu diria histórico, desta caminhada”. Ele, no entanto, evitou comentar se a ex-ministra o acompanhará em comícios e atos públicos.

O candidato do PSDB propôs uma espécie de trégua, convidando Dilma a falar de temas de interesse do país. “Vamos debater o futuro, vamos mostrar nossas diferenças, que são realmente muito grandes. Vamos pedir que, democrática e livremente, os brasileiros tomem a decisão que acharem mais adequada. Eu respeitarei qualquer que seja ela. Nós estamos a uma semana das eleições, os brasileiros merecem que aqueles que disputam a Presidência da República digam o que pretendem fazer em relação ao futuro do Brasil.”

(Agência Brasil)

SUCESSÃO ESTADUAL


Camilo fica na Capital e Eunício vai ao Interior

Na sexta-feira, o candidato governista fala com servidores e o opositor faz caminhadas e reuniões com aliados

Camilo Santana começou a sexta-feira conversando com grupo de agentes de saúde que foram reivindicar compromissos com suas demandas salariais. Depois ele esteve com oficiais da Polícia Militar do Estado.
 
O candidato Camilo Santana (PT) dedicou parte do dia de ontem para se reunir com diferentes categorias profissionais na intenção de firmar compromissos com cada uma das representações. Antes de ir aos municípios de Crateús e Tauá para participar de carreatas, o petista conversou com oficiais da Polícia Militar, agentes de saúde espalhados pelo Estado e ainda recebeu membros de centrais sindicais.
O candidato Eunício Oliveira (PMDB) teve uma extensa agenda de campanha, ontem, em três municípios do Interior cearense, começando por Quixadá, onde fez uma caminhada com correligionários no meio da manhã. Depois ele seguiu para Limoeiro do Norte, no Vale Jaguaribano, onde teve reuniões com correligionários. O peemedebista encerrou a movimentação da sexta-feira reunido com aliados em Sobral, no início da noite.

Demandas

Camilo Santana, ao fim das reuniões reservadas que teve ontem, evitou afirmar que a realização de diversas reuniões com representantes de categorias profissionais neste segundo turno da disputa tenha sido planejada como uma ação específica de sua campanha para buscar voto dos representantes de entidades sindicais ao alegar que a necessidade de permanecer em Fortaleza estaria sendo a principal razão para o cumprimento deste tipo de agenda.

"Primeiro é porque já existiam algumas demandas e este segundo turno tem exigido muito que a gente fique em Fortaleza por conta da gravação dos horários eleitorais. Todos os dias, nós temos programas. De segunda a domingo. Então, tenho utilizado parte desse tempo que eu fico aqui para gravação para receber entidades, movimentos sindicais, representantes da sociedade", justificou o petista após receber as categorias no Comitê Central.

Diversos agentes de saúde lotaram, ontem, o comitê de Camilo Santana no espaço posicionado em frente a um palco montado, mas o petista evitou o contato com a multidão, recebendo apenas alguns integrantes numa sala de reuniões de forma reservada. Após o encontro, o candidato informou que firmou dois compromissos com a categoria e prometeu estudar as limitações do Estado para atender uma terceira demanda deles.

"O compromisso que eu já tinha assumido em alguns municípios que eu já tinha visitado e tinha recebido os agentes de saúde era garantir a implantação do piso que foi aprovado a nível nacional e também pagar insalubridade. Uma terceira questão é que eles querem uma mudança de regime. Em relação ao regime, eu me comprometi que formaria uma comissão, caso fosse eleito, com uma composição paritária para a gente estudar essa mudança de regime e qual impacto que isso traria para o Estado", esclareceu o petista.

Limitações

O candidato também pontuou a necessidade de valorizar o trabalho dos agentes de saúde, mas defendeu que qualquer postulante na disputa eleitoral precisa ter noção das limitações orçamentárias do Governo do Estado antes de se comprometer com as demandas exigidas pelas diferentes categorias profissionais.

"Acho que o agente de saúde tem um papel muito importante na ação preventiva da saúde. A relação que tem no município com as famílias, as pessoas. Acho que precisa ser valorizada. O governador Cid já tinha reconhecido o agente num regime especial ainda em 2008, quando assumiu o Governo", frisou.

Antes do encontro com os agentes de saúde, Camilo Santana revelou também ter se reunido com oficiais da Polícia Militar para ouvir as demandas dos profissionais da segurança pública. "Eu quero acabar com as distorções salariais que existem dentro da Polícia. Já me comprometi que eu vou pagar a média do Nordeste. Não só para os oficiais, mas também para os praças. Quero criar a carreira de praça. Essa foi uma proposta elaborada pelos próprios oficiais, pela própria Secretaria. Eu já estou analisando e um dos compromissos meus é também levar para a Assembleia essa lei para que ela possa aprová-la", ressaltou.

Camilo Santana defendeu que é necessário criar uma política permanente de valorização do servidor da segurança pública para estimular o trabalho de combate à violência. "Essa é uma área que me preocupa. Acho que nós precisamos estabelecer não só a disciplina e hierarquia dentro da polícia como criar uma política de valorização do servidor, até porque é importante que o servidor esteja estimulado para cumprir seu papel da segurança pública no Ceará", ressaltou. 
Fonte "o povo".

PESQUISA - ISTOÉ/Sensus

ISTOÉ/Sensus: Aécio tem 56,4% e Dilma 43,6%

Segundo pesquisa Sensus divulgada nesta sexta-feira pela Revista ISTOÉ, O candidato a presidente pelo PSDB,  Aécio Neves  aparece com 12,8 pontos percentuais a frente da petista Dilma Rousseff no segundo turno da sucessão presidencial. De acordo com o levantamento, realizado entre a terça-feira (14) e a sexta-feira (17) o tucano soma 56,4% dos votos válidos, contra 43,6% da presidenta.

A diferença representa cerca de 19,5 milhões de votos. Se fossem considerados os votos validos, Aécio teria 49,7%; Dilma, 38,4%; e 12% dos eleitores ainda se manifestam indecisos ou dispostos a votar em branco. O índice de conhecimento de Dilma é de 94,4% e de Aécio, de 93,3%.

O levantamento, que ouviu 2.000 eleitores de 136 municípios de 24 Estados, revela também a liderança de Aécio Neves quando não é apresentado ao eleitor nenhum candidato. Trata-se da chamada resposta espontânea. Nesse quesito, o tucano foi citado por 48,7% dos entrevistados e a petista, que governa o País desde janeiro de 2011, por 37,8%.

O índice de rejeição à candidata Dilma Rousseff é de 45,4%. Já 29,9% rejeitam o tucano.  Os números mostram, segundo a pesquisa, uma forte migração para o senador tucano dos votos que foram dados a Marina Silva (PSB) no primeiro turno.  Na pesquisa anterior, divulgada dia 11, Aécio estava com 52,4% das intenções de voto. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 01094/2014 e a margem de erro é de 2,2% para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

domingo, 12 de outubro de 2014

ELEIÇÕES 2014 - ESCÂNDALOS DA PETROBRAS DERRUBAM DILMA


Aécio abre 17 pontos de vantagem e dispara na frente de Dilma

Pesquisa Istoé/Sensus é a primeira após divulgação de áudios do escândalo Petrobras.

Redação
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail





A mais nova pesquisa Istoé/Sensus realizada após o primeiro turno das eleições presidenciais, mostra o candidato do PSDB, Aécio Neves com 58,8% dos votos válidos e a petista Dilma Roussef com 41,2%, uma diferença de 17,6 pontos percentuais.

O levantamento foi realizado entre os dias 7 e 10 de outubro, e pode ser reflexo dos efeitos provocados pelas revelações feitas pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa sobre o esquema de corrupção na estatal.

As 2000 entrevistas feitas em 24 Estados e 136 municípios mostra que houve uma migração do eleitorado à candidatura tucana mais rápida do que as manifestações oficiais dos líderes políticos. No levantamento sobre o total dos votos, Aécio soma 52,4%, Dilma 36,7% e os indecisos, brancos e nulos são 11%, tudo com margem de erro de 2,2% e índice de confiança de 95%.

Nos votos espontâneos, quando nenhum nome é apresentado ao eleitor, Aécio soma 52,1%, Dilma fica 35,4% e os indecisos são 12,6%.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Válidos)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Aécio Neves (PSDB)58,8%
Dilma (PT)41,2%

Pesquisa para Presidente da República (Votos Totais)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Aécio Neves (PSDB)52,4%
Dilma (PT)36,7%
Indeciso/Branco/Nulo11%

A pesquisa foi realizada entre os dias 07 e 10 de outubro de 2014 com 2.000 eleitores em cinco regiões, 24 Estados e 136 municípios brasileiros. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%.


A pesquisa está registrada do TSE sob o protocolo nº BR-01076/2014 e foi divulgada no site istoe.com.br.

AÉCIO ESTÁ 17 PONTOS À FRENTE DE DILMA, APONTA PESQUISA

Aécio está 17 pontos à frente de Dilma, aponta pesquisa Sensus

Publicado em 12/10/2014 - 9:14 por | Comentar
Categorias: Política
Pesquisa do instituto Sensus, divulgada neste sábado (11) pela revista Istoé, mostra o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, 17,6 pontos percentuais à frente da presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff.

De acordo com o Sansus, Aécio aparece com 58,8% dos votos válidos, enquanto Dilma tem 41,2%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Trata-se da primeira pesquisa do instituto após o primeiro turno. E também da primeira pesquisa após o vazamento de depoimentos de Paulo Roberto Costa à respeito de irregularidades na Petrobras.

Considerando todos os votos, Aécio fica com 52,4% e Dilma, com 36,7%. Indecisos, brancos e nulos somam 11% do total.

A rejeição de Dilma, segundo a enquete, é de 46,3%, enquanto a de Aécio é de 29,2%.

O índice de confiança da pesquisa é de 95%.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-01076/2014.  Foram ouvidas 2 mil pessoas, entre os dias 7 e 10 de outubro, em 136 municípios de 24 Estados.

sábado, 11 de outubro de 2014

FAMÍLIA AGUIAR SAI FORTE DAS ELEIÇÕES DE 2014

Família Aguiar sai forte das eleições de 2014

Publicado em 11/10/2014 - 10:10 por | Comentar
Categorias: Política
Domingos-Filho
As eleições para deputados no Ceará mostraram uma renovação política de 52% na Assembleia Legislativa e de 45,5% na Câmara Federal.  O resultado, porém, aponta o vigor político de alguns grupos nas disputas proporcionais, embora a decisão para Governador ainda aguarde o dia 26 de outubro.

Entre os grupos que mantiveram força destaca-se os Aguiar, cujo líder maior, o ex vice-governador do Ceará, Domingos Filho, que assumiu recentemente o Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, mantendo-se longe das campanhas políticas.
Sua ausência, entretanto, não reduziu seu cacife eleitoral, tampouco o excessivo número de candidatos proporcionais em sua região, o que ocasionou uma pulverização dos votos.

Seu filho, Domingos Neto, foi reeleito deputado federal com a quarta maior votação no Ceará – 185 mil votos, e ainda o mais votado do PROS em todo o Brasil. Ainda do clã Aguiar, foi eleito para a Assembleia Legislativa o advogado Odilon Aguiar, primo do conselheiro. O novo deputado estadual recebeu mais de 57 mil votos, mesmo disputando o pleito com muitos outros nomes da região dos Inhamuns.

Vale lembrar que, além do filho e do primo de Domingos Filho, sua esposa também está na política. Patrícia Aguiar é prefeita pela terceira vez do município de Tauá, e, o seu irmão, advogado Marco Aurélio, no sétimo mandato de vereador.

Nos bastidores da política e também nos meios de comunicação foi muito comentado a força da família Aguiar no pleito eleitoral de 2014, onde elegeu seus representantes com expressiva votações.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

A PRIMEIRA PESQUISA DO 2º TURNO

Pesquisa aponta Aécio com 49%; Dilma, 41%

Acaba de ser divulgada a primeira pesquisa eleitoral do segundo turno das eleições presidenciais. De acordo com o instituto Paraná Pesquisas, o candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 49% das intenções de voto. A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, registrou 41% da preferência do eleitorado.
Segundo o levantamento, realizado entre a segunda-feira 6 e esta quarta-feira 8, 5% dos entrevistados declararam não saber ainda em quem votar, e outros 5% afirmaram que não pretendem votar em nenhum dos dois candidatos. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.
(Brasil 247)

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE MULTA E IMPROBIDADE PARA PREFEITO DE NOVA RUSSAS GONÇALO DIOGO

Ministério Público de Contas pede
ESTADO DO CEARÁ
TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS
MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS
carnavalesca, quando encontrava-se em situação emergencial e assim também,
desatendeu recomendação oriunda deste E. Tribunal.
Com efeito, embora restem sanadas as impropriedades decorrentes do
procedimento licitatório, permanecem os descumprimentos dos princípios
constitucionais e infraconstitucionais indicados pelo trabaiho técnico, além do não
atendimento da recomendação deste E. Tribunal.
Isso posto, opina o MPC pela PROCEDÊNCIA PARCIAL desta TCE, com
aplicação de MULTA (art.56, IV da LOTCM), mercê dos fatos acima catalogados.
Requer ainda o MPC, atendimento a regra do art. 32, §72 da Res. 08/2004 -TCM-CE.
Vale ressaltar, que o presente parecer encontra-se fundamentado na
presunção da veracidade das informações e documentos acostados aos autos.
É o parecer, s.m.j.
Procuradoria de Contas, em Fortaleza, / o^t /2014.
LEILYAtâurBRANDÂO FEITOS A
Proasfadora Geral do MPCj.TCM

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

ESTOU VENDO MAIS AINDA

 Estou vendo a Doutora Daniela, depois de dois anos voltar a Nova Russas e pedir votos para os candidatos do Prefeito Gonçalo Diogo.......

Estou vendo a Doutora Daniela e Acácio pedindo voto para aqueles que vão tomar o seu partido e entregar ao Prefeito................

Estou vendo e vi Acácio agarrado com Gonçalo Diogo no Palanque do Camilo e depois se fazendo que estão brigando..........................

Estou vendo que quem vota nos candidatos do prefeito está aprovando os desmandos administrativos que estão ocorrendo em Nova Russas...................

Veja matério do Blog Jesus da Costa

EX-PREFEITO ACÁCIO RESPONDE NOTA DE REPÚDIO DO FILHO DO PREFEITO DE NOVA RUSSAS...

Fonte: Facebook

Segue abaixo publicação do Ex-PREFEITO de Nova Russas Luis Acácio de Sousa:

EU NÃO NASCI HÁ DEZ MIL ANOS ATRÁS. 

Tomei conhecimento com constrangimento, de Nota de Repúdio publicada em redes sociais, endereçada a antigo correligionário político e líder de todas as horas, o Candidato a Governador do Ceará Senador Eunício Oliveira, respondendo comentários feitos pelo mesmo em Comício no Município de IPUEIRAS, por adolescente que até pouco tempo, o idolatrava e dividia a mesma cozinha, como afirma, BRIGAS DE COMADRES À PARTE, o que me ESPANTA, são as suas afirmações de que “Há mais de 20 anos o povo de Nova Russas está sofrendo na mão de político corrupto, que só pensava em interesse próprio” e de que “havia também procurado seu chefe político para resolver problema de desvio de dinheiro de uma creche da minha última gestão”. Assinada pelo assessor Municipal de não sei o que Diego Rocha. “MININO”, com “i” mesmo. Eu não nasci há dez mil anos atrás, como diria o poeta Raul Seixas, mas tenho algum tempo na vida pública e política de Nova Russas, e: EU VI NESSES 20 ANOS: Seu avô ser parceiro inclusive participando como vice prefeito e a sua família com vários cargos públicos de diretoria, homens e mulheres, chegando inclusive, a chefiar o gabinete do então Prefeito Chico Rosa. EU VI NESSES 20 ANOS: Seu tio, ser Vice-Prefeito, Diretor do SAAE e Secretário de Obras, do meu governo durante 08 anos, bem como toda a sua família, que considero integra e honrada participar de minha administração; São esses os POLÍTICOS, que há vInte anos estão fazendo o povo de Nova Russas sofrer? Acredito que não, pois embora não tenha 10 mil anos, EU VI NESSES 20 ANOS: toda a população ser abastecida com água tratada, EU VI NESSES 20 ANOS: o saneamento básico de 60% por cento do Município, sendo o maior índice de saneamento da região, EU VI NESSES 20 ANOS: a Construção de mais de 2.000 Banheiros na sede e zona rural, EU VI NESSES 20 ANOS: a construção e reforma de mais de 1.000 casas populares, EU VI NESSES 20 ANOS: o LIXÃO da Rua da Lagoa se transformar no maior Parque de Lazer da região, que ainda hoje é utilizado por toda população, motivo de orgulho, EU VI NESSES 20 ANOS: construção das Praças da Rodoviária, do Tamarindo, da Cornélio Rosa, do Barro Vermelho, Canindezinho, Betânia, São Pedro, Major Simplicio, EU VI NESSES 20 ANOS: nascer dois grandes Bairros de Nova Russas, Pantanal e Lagoa do Mel, EU VI a realização de vários Concursos Públicos, EU VI NESSES 20 ANOS a chegada da Universidade no Município, EU VI NESSES 20 ANOS O Município de Nova Russas se transformar e crescer sem nenhuma favela e sem nenhuma casa de taipa, o que virou inclusive programa de governo de seu ex-chefe, EU VI NESSES 20 ANOS o Município de Nova Russas sua sede e distritos, chegar a mais de 95% de URBANIZAÇÃO com água, luz e calçamento, EU VI NESSES 20 ANOS o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) crescer, são esses dados que EU VI NESSES 20 ANOS, que demonstram o desenvolvimento de uma Cidade, Estado ou Nação. EU TAMBÉM VI passarem outras mãos pelo Governo do Município de Nova Russas, que não souberam ou não quiserem concluir obras de meu Governo, para não me darem o crédito, EU VI uma ponte passar pelas mãos de quatro administrações para ser concluída, e só foi, porque em gestão junto ao meu candidato a Deputado Estadual, consegui que o mesmo alocasse recursos para sua conclusão, EU VI ajuizarem ações para se esquivarem de concluir obras, como a CRECHE DO MIRANTE, cuja obra foi iniciada em minha administração, e que por falhas técnicas de projeto, necessário se fazia acrescer aterros e sistema de saneamento, sendo necessário a realização dos referidos itens com recursos próprios, entretanto, prefeitos que passaram pela administração por interesses ocultos, acharam por bem, deixar as obras executadas a ação do tempo e de predadores, fato esse, hoje, lamentado por toda população. ENFIM, EU VI MUITO PROGRESSO CHEGAR AO MEU MUNICÍPIO, poderia até relevar, as palavras de um MININO, mas acho que não, pois na Nova Russas de hoje, sob à administração de seu pai, que conta com sua assessoria, que não eu não sei bem de que: EU ESTOU VENDO – Sua tia vereadora de primeira viagem me culpar por ter implantado um Plano de Cargos e Salários que valorizou o servidor público municipal; EU ESTOU VENDO seu primo através de empresa de fachada prestar serviços para fornecimento de notas, para o chamado Forró dos Idosos; EU ESTOU VENDO licitantes reunidos em bares para decidirem quem são os fornecedores e prestadores de serviço do Município, quando deveriam decidir mediante licitações sérias; EU ESTOU VENDO funcionários como o nome no SPC, embora tenha sido descontado de seus salários, os empréstimos consignados; EU ESTOU VENDO, caminhões PIPA do Município vendendo água a população, com denúncia de vereador governista no plenário da câmara; EU ESTOU VENDO funcionários receberem dinheiro sem trabalharem, o nome disso é funcionário fantasma; EU ESTOU VENDO a população sofrer por falta d’água em razão da omissão da administração municipal; EU ESTOU VENDO a construção da ponte da poty motos, parada, com recursos assegurados para sua construção na CEF desde 2008, por falta de competência; EU ESTOU VENDO, Nova Russas voltar ao tempo de mais de 20 (vinte) anos atrás, com latas d’água na cabeça vindas do Rabo Branco e das Cacimbas das Sulinas; EU ESTOU VENDO várias DENÚNCIAS, se tornando aceitas como Tomada de Contas Especial, em razão dos fortes indícios de irregularidades; Agora, isso QUE EU ESTOU VENDO, há mais de 10 mil anos atrás. CHAMA-SE DE CORRUPÇÃO. Doutor Luis Acácio de Sousa, Ex- prefeito do Município de Nova Russas, nos anos de 1992/1996, 2001/2004 a 2005/2008, durante 12 anos, com todas as suas prestações de contas aprovadas, com exceção das Contas de 2008, desaprovada por falta de suplementação financeira por parte da Câmara Municipal. Todas, sem nenhuma Nota de Improbidade Administrativa.

RECOLHECIMENTO MERECIDO

Artigo do Professor Tim destacando a grande carreata de Marcos Alberto, Domingos Neto e Odilon Aguiar.

Marcos Alberto está feliz da vida: realizou a maior carreata, unificou o Grupo Azulão e seus candidatos podem obter boa votação em Nova Russas!

Céu azulou de verdade para o ex prefeito de Nova Russas, Marcos Alberto Martins Torres.
2014 é o ano da virada de Marcos Alberto.
Marcos Alberto está feliz da vida.
Continua forte e muito ativo na política novarussense. Hoje uma liderança política consolidada na opinião pública de Nova Russas.
 
Foi Marcos Alberto quem fez a maior movimentação política do ano eleitoral em Nova Russas.
 
Carreata de apoio a Domingos Neto [Deputado Federal] e Odilon Aguiar [Deputado Estadual] foi a maior de todas.
Sob o calor escaldante das 3 da tarde [40 graus à sombra], a carreata de Marcos Alberto foi sucesso total. Várias centenas de carros, de motos e de bicicletas, e uma grande participação do povão, participaram da grande carreata de Marcos Alberto e Domingos Neto, saindo do estádio Mourãozão e percorrendo as principais ruas/avenidas de Nova Russas.
 
Cruzando e passando pela avenida J. Lopes Pedrosa, avenida prefeito José Rosa, ruas centrais, entre outras, era grande o entusiasmo e a simpatia das pessoas nas esquinas/calçadas das residências e dos comércios saudando e cumprimentando Marcos Alberto e seus candidatos, que iam em cima da Hilux da comerciante Teresinha Abreu
Outro fator positivo para Marcos Alberto e sua grande carreata foi a participação massiva de membros do Grupo Azulão, grupo político e ideológico que ele coordena e comanda em Nova Russas.
 
Chaguinha da Farmácia, vereadora Karla Loiola e seu esposo Evandro Paiva, Simundo, Sebastião Mano, Eduardo Brigadeiro, Chico Antonio Priquitim, Durão, Irmãos Gabriel, entre outros. Indicando a unidade dos Azulões em torno dos candidatos de Marcos Alberto para deputado federal e apra deputado estadual.
 
Outra notícia positiva sobre a unidade do Grupo Azulão é que alguns azulões históricos vão votar em Odilon Aguiar para deputado estadual e Domingos Neto para deputado federal, como é o caso do Jorjão da Nova Betânia e sua esposa Wanda Calaço. 
E o blogueiro Ajax Veras vai votar em Domingos Neto para deputado federal. 
Comprovando que Domingos Neto para federal e Odilon Aguiar serão bem votados em Nova Russas. Força política e eleitoral de Marcos Alberto e do Grupo Azulão.
 
Outra coisa. Eunício Oliveira e Tasso Jereissati, apoiados por Marcos Alberto, serão eleitos governador do Ceará e senador, respectivamente.
 
Indicando que Marcos Alberto tem carisma, apoio popular e credibilidade para retornar à Prefeitura de Nova Russas em 2016.
 
_______________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.