segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

TCM VAI EMITIR CERTIDÃO NEGATIVA PELA INTERNET

TCM vai emitir certidão negativa pela internet


O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM) disponibilizará uma novidade na emissão da Certidão Negativa de Contas Irregulares. A partir de 5 de janeiro de 2015, o documento poderá ser consultado de forma on-line acessando o site do TCM (www.tcm.ce.gov.br).

Segundo a Secretaria da Corte, o objetivo do novo atendimento é para que as pessoas possam obter a certidão eletrônica de forma rápida e segura, sem precisar se deslocar ao Tribunal, além de diminuir o fluxo processual. Esse tipo de documento é bastante solicitado quando da nomeação, posse e exercício de cargo público.

Atualmente a pessoa física deve comparecer à sede do TCM a fim de requerer o serviço e aguardar aproximadamente 3 dias úteis para recebimento. Com o novo método, a parte interessada fará a consulta digitando o número de seu CPF no portal. Se não houver nenhuma conta desaprovada nos últimos oito anos, o documento será gerado com sucesso, caso contrário o solicitante deverá se dirigir presencialmente ao TCM para verificar sua situação processual.

ENTRE OS MELHORES DO CONGRESSO NACIONAL

Eunício Oliveira e Domingos Neto entre os melhores do Congresso Nacional

foto domingos neto e eunício
Pelo terceiro ano seguido, o senador cearense Eunício Oliveira (PMDB) ficou entre os melhores parlamentares no Congresso Nacional, segundo avaliação da revista Veja, em parceria com o Núcleo de Estudos sobre o Congresso (Necon), do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Iesp­Uerj).

Eunício é citado como o quinto senador mais atuante do Congresso Nacional, com nota de 7,75. O senador do Ceará, que nos anos anteriores ficou na terceira e na primeira colocações, respectivamente, passou este ano cinco meses em campanha ao governo do Estado. Eduardo Amorim (PSC-SE), Lindbergh Farias (PT-RJ), Armando Monteiro ((PTB-PE) e Aníbal Diniz (PR-AC) ficaram à frente de Eunício Oliveira.

Câmara Federal

Entre os 513 deputados federais avaliados pelo levantamento da Veja, Domingos Neto (Pros) aparece como o cearense melhor colocado, com nota 7,43. O cearense exerce seu primeiro mandato na Câmara Federal e ocupa a 40ª colocação entre todos os deputados. O segundo cearense melhor avaliado foi Artur Bruno (PT), em 62º lugar, com nota 6,82.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

ESTAMOS EM CLIMA DE NATAL, NÃO É MOMENTO PARA DISCÓRDIA.


Vi no BLOG DO AJAX VERAS, grande blogueiro da Cidade de Nova Russas, uma matéria que não poderia deixar de comentar:
1- Não acreditei;
2 - Se for verdade é realmente de lamentar, pois o Advogado Dr. Acácio Jr, foi fazer um favor, pois o mesmo não tinha advogado na audiência;
3 - Pela amizade que sempre uniu as pessoas citadas. 
Em Nova Russas, também existem vários casos de traições e traiçoeiros.

FONTE GOOGLE
A última vem do Sr. Antônio Maurício melo; Ex. Secretário de saúde do governo Acácio e um dos braços direito do Ex. prefeito. Antônio Maurício era um dos que mais tinha moral na administração de Acácio. Melhor dizer! Antônio Maurício foi um dos que mais se beneficiou nas últimas administrações municipais.
Foi diretor do Hospital da cidade, ainda no governo Iranede Veras. Até as frutas, leites e verduras do hospital municipal, na época, era fornecido por ele.

No governo Acácio, foi secretário por 8 anos, era uma espécie de guru da administração. Participou de várias ações contra o Ex. prefeito Marcos Alberto na sua cassação. Foi um dos que se deu muito bem na administração Paulo Evangelista. E hoje vem cuspindo no prato que comeu “COMO SEMPRE!”, abriu uma ação contra Acácio Jr. “FILHO DE ACÁCIO” com pedido de indenização por conta de um recurso que Acácio Jr. perdeu para o Ex. prefeito Marcos Alberto. Esqueceu-se de tudo e de todos! 

Os desconfiados desafiam a traição.

Sr. Antônio Maurício melo vem aparecendo em notícias de jornais do estado como fixa suja.

Tiveram as prestações de contas de gestão julgadas irregulares, com nota de improbidade administrativa, Antônio Avelar Macedo Neri, secretário de Educação, Cultura e Desporto de Crateús, em 2009, e Antônio Maurício Melo, gestor do Fundo de Saúde de Nova Russas, em 2003. A multa que Antônio Avelar vai ter de pagar será de R$ 60.131,00 e a multa aplicada a Antônio Maurício Melo foi no valor de R$ 45.756,30.







terça-feira, 23 de dezembro de 2014

FRENTE DE ESQUERDA

Cid volta a atacar PMDB e tem planos para impedir a eleição de Eduardo Cunha

Maurício Moreira
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail




 
O governador Cid Gomes (PROS) voltou a criticar, na manhã desta segunda-feira (22), ao Diário do Nordeste, o PMDB, em especial o deputado federal Eduardo Cunha, e a “chantagem” que o partido faz com o Executivo. “Se o Eduardo Cunha ganhar a eleição para presidente da Câmara, o governo da (presidenta) Dilma (Rousseff) (PT) perde 80% da sua força, do seu crédito junto à população brasileira”.

O governador ainda declarou que "o PMDB precisa ter uma lição, uma coisa pedagógica, não pode um partido com 66 deputados estar falando como se tivesse a maioria absoluta". Cid Gomes e o irmão, o secretário da Saúde Ciro Gome (PROS), estão obstinados a atacar o PMDB e diminuir a influência do partido junto ao Palácio do Planalto.

Plano de ataque

Cid afirmou ainda estar dando sequência ao plano de criação de uma Frente de Esquerda para dar maior estabilidade ao governo de Dilma, uma forma de contrabalançar a força política do PMDB no Senado Federal. Segundo o governador, o novo grupo político está sendo articulado ainda neste mês de dezembro até janeiro de 2015, visando a influenciar a eleição da mesa diretora da Câmara.

PMDB ABRE PROCESSO CONTRA FILIADOS QUE NÃO APOIARAM EUNÍCIO

PMDB abre processo contra filiados que não apoiaram Eunício

Dois prefeitos, uma vice-prefeita e um vereador de Fortaleza responderão ao Conselho de Ética por não terem apoiado a candidatura do senador Eunício Oliveira a governador. A expectativa é de que haja novos processos.
GENILSON DE LIMA/CMFOR
Mesquita atribuiu processo a "perseguição política"
O Conselho de Ética do PMDB abriu processo disciplinar contra quatro filiados por infidelidade partidária. O vereador de Fortaleza Carlos Mesquita, a vice-prefeita de Barbalha, Betilde Correia, e os prefeitos de Nova Russas, Gonçalo Diogo, e Santa Quitéria, Fabiano Mesquita, são acusados de descumprimento de determinação partidária por, supostamente, não terem apoiado o candidato do partido a governador, Eunício Oliveira. Caso sejam condenados, as punições irão desde advertência até expulsão do partido.

“Nós recebemos a denúncia encaminhada por membros do partido, de infidelidade partidária e descumprimento das normas do PMDB”, disse Gaudêncio Lucena, vice-prefeito de Fortaleza e vice-presidente estadual da sigla. O dirigente afirma que todos os acusados “terão direito à defesa e ao amplo contraditório”. Segundo o peemedebista, ainda haverá muitos outros processos semelhantes nos próximos meses.

No caso de ser aplicada a pena máxima - a expulsão - o partido também deve buscar na Justiça os respectivos mandatos ocupados pelos filiados, também com o argumento de infidelidade partidária.

Procurado pelo O POVO, o vereador Carlos Mesquita afirmou que ainda não havia sido notificado do processo. Segundo ele, a motivação para a iniciativa é perseguição política por parte de Gaudêncio. “Eu nunca fui infiel ao PMDB”. Ele disse lamentar a suposta atitude “revanchista” dentro da legenda, mas declarou que pretende permanecer no partido.

“O Gaudêncio pode ter todo o dinheiro do mundo, ele vai ficar sentado no monte de dinheiro dele, igual ao Tio Patinhas, mas ele não vai me comprar”. Gaudêncio nega as acusações, e afirma que, como presidente em exercício do PMDB, apenas recebe as denúncias e encaminha a Comissão de Ética. “Nem da Comissão eu faço parte”, eximiu-se. A reportagem não conseguiu entrar em contato com Betilde Correia, Gonçalo Diogo e Fabiano Mesquita.
 
Oposição
Desde a derrota do senador Eunício Oliveira e da ida do PMDB para a oposição, a legenda tem anunciado que punirá os filiados que permaneceram ao lado do candidato vencedor da disputa, Camilo Santana (PT). “Aquele parlamentar que for cooptado e quiser fazer parte do governo nós vamos brigar para que ele perca seu mandato na Justiça. A legislação eleitoral exige fidelidade partidária e nós vamos fazer valer isso”, disse Eunício, que também é presidente estadual da sigla, no fim de outubro.

Entretanto, diversos membros da legenda demonstraram resistência em abraçar “oposição propositiva” defendida por Eunício, conforme foi publicado pelo O POVO no começo de novembro.

“Eu não vou fazer oposição não, e já conversei com alguns deputados e eles não estão com disposição em fazer oposição, talvez com exceção só do Danniel Oliveira (deputado estadual, sobrinho de Eunício)”, declarou Aníbal Gomes, deputado federal do partido. Ele chegou a ironizar a possibilidade de punição. “Você acha que um partido grande como o PMDB, que tomou posturas diferentes em vários estados, vai cobrar fidelidade?”, indagou.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

PMDB DO CEARÁ VAI COMEÇAR A EXPULSAR TRAIDORES E INFIÉIS


PMDB do Ceará vai começar a expulsar traidores e infiéis que votaram contra o partido

Publicado em 22/12/2014 - 14:25 por | Comentar
Categorias: Política

O PMDB do Ceará dá início nesta segunda-feira, dia 22,  o processo de depuração dos filiados infiéis.

A comissão de ética do Partido encaminhará, ainda esta semana, notificação a alguns dos seus filiados, denunciados por infidelidade partidária nas eleições de outubro passado. Entre os denunciados estão: o vereador de Fortaleza, Carlos Mesquita, a vice-prefeita de Barbalha, Betilde Correia e os prefeitos de Nova Russas, Gonçalo Diogo e de Santa Quitéria, Fabiano Mesquita.

Espera-se, ainda para esta semana, o início de novos processos contra outros filiados.  As penas variam da simples advertência até à expulsão do partido.  A aplicação da pena máxima – expulsão – implica também na perda do respectivo mandato.

domingo, 21 de dezembro de 2014

NOVA LEGISLATURA

Eleição para Presidência da Câmara dos Deputados já tem três candidatos

A eleição ocorrerá no dia 1º de fevereiro, às 18 horas. Até às 17 horas, poderá haver lançamento de candidaturas.



                            

Até o momento, três deputados já apresentaram formalmente suas candidaturas à Presidência da Câmara dos Deputados para o biênio 2015/2016: Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Júlio Delgado (PSB-MG).

Eduardo Cunha
Eduardo Cunha afirma que pelo menos 167 deputados o apoiam: "O PRB também está aderindo e temos ainda o PHS. Outros partidos estão programados para aderir. Seremos com segurança o maior bloco para a eleição."

PMDB, PTB, Democratas, Solidariedade e PSC já formalizaram seu apoio a Eduardo Cunha. Todos esses partidos contam com 166 deputados eleitos.

Ex-líder do PP, o deputado Arthur Lira (AL) também participou do ato de lançamento da candidatura de Cunha e disse que grande parte da legenda deve votar nele, mesmo sem apoio oficial.

Cunha defendeu uma candidatura que não seja “nem de oposição nem de submissão”. "A candidatura vai defender o direito do governo de governabilidade, porque ele foi eleito para isso, mas vai ser respeitosa com o direito da oposição para fazer o seu papel de debate, como prevê o Regimento", disse.

Arlindo Chinaglia
PCdoB, Pros, PDT e PT declararam apoio a Arlindo Chinaglia, o que somaria 110 votos. Mas o candidato está buscando apoio de outros partidos. "Estou ouvindo bastante, procurando entender as motivações. Felizmente não tenho encontrado restrições no plano pessoal. As circunstâncias da política são normais. Então nós não temos alternativa, vamos permanecer nesse caminho."

Caso seja eleito, Chinaglia ressaltou que a ampliação do contato da Câmara com a sociedade civil, para identificar as principais demandas da população, será uma das prioridades de sua gestão.

Nesta quinta-feira (18), Chinaglia, que é o 1º vice-presidente da Câmara, disse na tribuna do Plenário que sua candidatura à Presidência da Câmara não tem o apoio do governo.

Júlio Delgado
O deputado Júlio Delgado formalizou sua candidatura na liderança do PSDB. Além dos dois partidos, Delgado conta com o apoio do PV e do PPS. Na legislatura que começa em 2015, os quatro partidos vão somar 106 votos.

Delgado afirma que sua candidatura é a única independente, pois nenhum dos partidos que o apoia vai indicar ministros para o próximo governo. "Espero que a gente possa estar começando uma caminhada em busca de uma verdadeira independência do Poder Legislativo."

Entre as prioridades de sua gestão, Júlio Delgado apontou que "trabalhará para que o Parlamento seja respeitado e visto em pé de igualdade em relação aos demais poderes". Ele defendeu a independência do Legislativo, já que "só assim a Casa terá o respeito da sociedade".

Eleição
A eleição para a Presidência da Câmara e para os demais cargos da Mesa Diretora ocorrerá no dia 1º de fevereiro, a partir das 18 horas. A posse dos deputados será realizada no mesmo dia, às 10 horas.

Até às 17 horas do dia da eleição poderá haver lançamento de candidaturas. A abertura dos trabalhos legislativos está marcada para o dia 2 de fevereiro, às 15 horas.

* Com informações da Agência Câmara

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

ALÔ, PREFEITOS!


Alô, Prefeitos! Sistema de Informações Municipais do TCM vai mudar a partir de 2015

chicoaguiarr
Mudanças na estrutura do Sistema de Informações Municipais (SIM) para 2015 acabam de ser aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. As inovações, segundo o presidente do tribunal, Chico Aguiar, vão “aprimorar, modernizar, garantir maior integridade e dar maior confiabilidade às informações armazenadas no banco de dados que guarda o conteúdo das prestações de contas de prefeituras e câmaras municipais cearenses.”  As novidades contemplam três áreas: Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (NBCASP), Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) e Obras e Serviços de Engenharia.

No campo contábil, para adequação às exigências das NBCASP, passarão a ser recebidas informações relativas às fontes e destinações de recursos. Isso possibilita conhecer a finalidade de uma receita e a origem da fonte de sustentação de uma despesa, evidenciando, inclusive, se determinado ingresso orçamentário está vinculado a objetivo específico, não podendo ter aplicação diversa daquela prevista, por exemplo, em lei, convênio, contrato de empréstimo e financiamento.

Ainda no âmbito da contabilidade, a nova versão do SIM receberá registros para que os municípios cumpram a obrigatoriedade de evidenciar a realidade patrimonial de seus ativos, incluindo avaliação de bens (vida útil, valor contábil, valor residual), classificação contábil dos mesmos, além de depreciação, amortização e exaustão.

Para facilitar o exercício do controle externo, por meio do detalhamento dos aspectos relacionados ao funcionamento dos RPPS instituídos nos municípios, o SIM ganha 10 novos formulários. Eles abordam comitê de investimentos, conselho do RPPS, parcelamentos, legislação, benefícios aos segurados e pensionistas, bem como o acréscimo de cinco campos à tabela de folha de pagamento, que tem por finalidade o conhecimento das alíquotas e dos valores das contribuições previdenciárias tanto do servidor como do município.

Já com o propósito de auxiliar no aperfeiçoamento da fiscalização de obras e serviços de engenharia, foram acrescidos campos para lançamento de dados nos formulários sobre Bens Incorporados ao Patrimônio do Município, Obras Municipais ou Serviços de Engenharia, Transferências Estaduais e Federais, Acompanhamento de Obras e a inserção da tabela de Status da Obra.

(Com TCM)

sábado, 13 de dezembro de 2014

DE OLHO NA SUCESSÃO DE FORTALEZA, TASSO QUER REERGUER PSDB

De olho na sucessão de RC, Tasso quer reerguer PSDB

Na busca por “reerguer” o PSDB após diversas debandadas, o senador Tasso Jereissati (PSDB) liderou ontem evento que trouxe cerca de cem novos filiados à legenda em Fortaleza. Em entrevista ao O POVO, o tucano destacou votação expressiva sua e de Aécio Neves (PSDB) na Capital e disse que partido tem perspectiva de lançar candidato próprio à sucessão de Roberto Cláudio (Pros) em 2016.

“Claro, claro que existe (tese de candidatura própria). Cada vez mais. A gente notou isso claramente, não só em número de pessoas, mas como no entusiasmo da população de Fortaleza pela campanha do Aécio, do PSDB. Isso dá muita perspectiva para todos nós, de vir a disputar a Prefeitura”, disse, em entrevista após o evento.

Desde que rompeu com Cid Gomes (Pros) em 2010, o PSDB passou por diversas perdas em seus quadros. Após deixar ninho governista, o partido perdeu todos os oito deputados estaduais que elegeu em 2010 para novos partidos – como PSD e SD. “Não foi perda. Não me interessa ter oito deputados, se eles não estão lá pelo partido, mas sim por oportunismo”, disse o presidente do PSDB no Ceará, ex-senador Luiz Pontes.

Ele destaca, no entanto, que somente de outubro para cá, o partido ganhou 542 novas adesões. “É gente séria, que acredita na política e não em barganha de cargos”, diz Pontes. Filiado ontem ao partido, o estudante Juan Cavalcante, 25, destacou PSDB como “a oposição mais séria e qualificada” ao governo do PT.

Tasso e os netos

O senador eleito chegou ao evento acompanhado de seus três netos mais novos. Em 2010, ano em que perdeu reeleição ao Senado, Tasso disse que deixaria a política “para cuidar de seus netos”. Questionada pelo O POVO sobre o que mais gosta no avô, a pequena Clara, 3, disse que “ele é muito lindo”. Já Gabriel, 4, foi direto: “ele dá chocolate e moeda de ouro”.

Em discurso, Tasso fez duras críticas à articulação encampada pelo governador eleito do Ceará, Camilo Santana (PT), pela volta da Contribuição Provisória sobre Contribuição Financeira (CPMF). “É uma coisa absurda, é coisa de quem não está entendendo o que acontece no País hoje. Não vê a situação econômica e o risco de desemprego”, diz.

Ele também criticou revisão da meta fiscal aprovada na semana passada após articulação de Dilma Rousseff (PT) no Congresso. “Em qualquer outro tempo, isso seria considerado imoral (…) prometendo emendas em troca da aprovação, ela claramente comprou deputados, com o maior cinismo”, diz o senador eleito.

(O POVO)

EX-GERENTE DA PETROBRAS TEVE ARMA NA CABEÇA AO DENUNCIAR IRREGULARIDADES

Ex-gerente da Petrobras teve arma na cabeça ao denunciar irregularidades

foto petrobras venina velosa
A ex-gerente-executiva da diretoria de Abastecimento, geóloga Venina Velosa da Fonseca, revelou em mensagens por emails que o seu sentimento pela Patrobras é de medo e vergonha. Por mais de 2 anos, a funcionária denunciou irregularidades na empresa, por meio de contratos superfaturados e pagamento de serviços nunca executados.

Além de não receber respostas de seu ex-diretor Paulo Roberto Costa e da própria presidente Graça Foster, a funcionária foi transferida para Cingapura e depois afastada da Petrobras. Ela conta nos emails, divulgados nesta sexta-feira (12), pela revista Valor Econômico, que foi ameaçada com uma arma na cabeça para conter as denúncias.

“Desde 2008, minha vida se tornou um inferno, me deparei com um esquema inicial de desvio de dinheiro, no âmbito da Comunicação do Abastecimento. Ao lutar contra isso, fui ameaçada e assediada. Até arma na minha cabeça e ameaça às minhas filhas eu tive”, narrou a ex-gerente.

Prevaricação

Com base nos relatos de Venina Velosa, a oposição Np Congresso Nacional pede a demissão da presidente da Petrobras, Graça Foster, por crime de prevaricação (praticado por funcionário público contra a Administração Pública, que retardou ou deixou de fazer seu trabalho), pois a presidente da Petrobras teria sido informada das irregularidades e nada fez.
(com agências)

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

COLUNA DO PROFESSOR TIM SOBRE ELEIÇÃO DE SOCORRINHA ARRAES PRESIDENTA ELEITA DA CÂMARA DE NOVA RUSSAS

Coluna do Professor Tim sobre eleição de Socorrinha Arraes Presidenta da Câmara.

Vontade de Deus no sonho realizado, táticas e estratégias, principais articuladores e erros do prefeito Gonçalo na vitória de Socorrinha Arraes!
Se Deus escreve certo por linhas tortas, e cumpre todos os pedidos, nada mais justo de que a vontade de Deus tenha sido feita na vitória da vereadora Socorrinha Arraes, do Partido da Solidariedade -SD-, para presidenta da Câmara de Nova Russas, devendo tomar posse em 1º de janeiro/15 para cumprir mandato de um ano.
Ser presidenta da Câmara dos Vereadores, comandar o parlamento local, sempre foi o maior sonho, a maior obsessão, a maior tara, a maior vontade política da vereadora Socorrinha Arraes, mas sempre foi adiado por preconceito e discriminação política contra a mesma.
Mas tudo tem o dia e a hora de acontecer as coisas e os fatos. 10 de dezembro foi a data escolhida para que a vereadora Socorrinha Arraes, que era da base do governo Gonçalo e aderiu à oposição, fosse, finalmente, eleita presidenta da Câmara de Nova Russas, ganhando por 7 votos contra 6 dados a Pedro Lira.
Não apenas ganhou, mas fez cabelo, barba e bigode. Sua chapa, formada pelo vice Kapita (PROS), Karla Loiola (PC do B) e Denílson (PSD) na segunda secretaria, também foi eleita pelos mesmos 7 votos obtidos por ela na disputa presidencial da Câmara.
Vitória de Socorrinha foi fruto de estratégias corretas da bancada de oposição e de líderes políticos oposicionistas, como Marcos Alberto e o vice prefeito: Sérgio Brito. Toinha do Capitão, que era a candidata a presidenta, mas jamais ganharia, renunciou sua candidatura para apoiar o sonho presidencial de Socorrinha Arraes.
Kapita, que era o vice de Toinha do Capitão, permeneceu como vice de Socorrinha, e a vereadora Karla aceitou compor a chapa na secretaria ao lado de Denílson. Recebendo apoios de Kátia Santos e da vereadora Rejane Tavares, que é do PROS.
Adesões da bancada de oposição que garantiram os 7 votos necessários para que Socorrinha Arraes derrotasse a base política do governo municipal, que, de última hora, em detrimento da candidatura oficial do vereador Teixeira, decidiu votar em Pedro Lira -PPS.
Ex prefeito Marcos Alberto foi outro que deu grande contribuição para que a oposição legislativa vencesse o prefeito Gonçalo na disputa mesa diretora da Câmara. Marcos atuou e ajudou como articulador político e assessor jurídico dos mais competentes.
O vice prefeito, Sérgio Brito (PT), foi outro líder fundamental na vitória de Socorrinha Arraes, em que, por sua força, alguns vereadores de oposição foram convencidos por Sérgio Brito a votarem nela para presidir o Poder Legislativo.
Questão de lógica. Sérgio Brito, nos 8 anos em que passou como vereador, nunca perdeu uma eleição de Câmara e nem eleitoral. Ganhou todas, até mesmo se elegeu vice prefeito na chapa que teve Gonçalo Diogo como prefeito eleito.
Mas se a oposição acertou nas táticas e estratégias, o prefeito Gonçalo Diogo foi um péssimo jogador tático e estratégico. Não soube conciliar os vários candidatos da sua base governista. Poderia ter apoiado Zé Roberto, que unia mais sua base, mas não apoiou.
Ou poderia ter realizado o sonho presidencial de Socorrinha Arraes, que teria uma eleição mais fácil, pois ela teria votos nas bancadas do governo e da oposição, mas preferiu apoiar a candidatura do vereador Teixeira, muito rejeitada em todas as bancadas.
Erro político que pode custar caro a Gonçalo Diogo, caso a presidenta eleita Socorrinha Arraes resolva fazer uma gestão oposicionista para valer contra a atual. Há o risco, inclusive, de CPI e de comissões processantes para afastar e cassar o mandato do prefeito Gonçalo Diogo.
Agora que realizou seu sonho de ser presidenta da Câmara, a vereadora Socorrinha Arraes não pode realizar apenas seus sonhos individuais.
Tem que realizar os sonhos de todos os vereadores por uma independência do Poder Legislativo em relação à Prefeitura de Nova Russas.
Sonho que deve se realizar coletivamente.
Pois sonho que se sonha junto, vira realidade.
Parabéns e boa sorte, Socorrinha Arraes!
Artilharia verbal contra Gonçalo na tribuna...
Como se a tribuna da Câmara fosse um divã da catarse legilsativa contra o Executivo, os vereadores de oposição fizeram duras críticas ao prefeito Gonçalo Diogo em seus discursos.
Karla Loiola denunciou os direitos negados aos servidores públicos, Kátia Santos afirmou que os vereadores de Nova Russas não são mercadoria à venda e pediu que o prefeito Gonçalo colocasse na balança os altos e baixos do seu governo.
Toinha do Capitão, em tom de desabafo, disse que foi uma vereadora que defendeu e levantou a bandeira do prefeito Gonçalo, mas foi colocada para fora do seu grupo político. E a vereadora Rejane, sempre falando bem, pediu que o prefeito Gonçalo Diogo melhorasse a saúde pública e a vida dos pacientes.
Em resposta, o prefeito Gonçalo disse que a consciência tranquila de trabalhar bem para o povo de Nova Russas e disse que iria trabalhar em parceria com a Câmara.
Maioria oposicionista no plenário...
Se o prefeito Gonçalo perdeu o placar na mesa diretora da Câmara, também perdeu no plenário daquela Casa. Maioria dos presentes era da oposição local: ex vereador Mozart, Joyce (esposa do vereador Denílson), Professor Adahil, ex prefeito Marcos Alberto, alguns acacistas, sindicalistas, Carlim Pamonha, Luís do Açougue, João Paulo, líder comunitário Chico Preto, Saroba, Léo Atleta, Alex Salgueirim, Hideraldo Peres etc.
E agora, Washington?
Esposa da atual presidenta e candidata derrotada para o cargo de segunda secretária da mesa diretora, o estrategista Capitão Washington Pedrosa, antes de começar a votação, com as mãos na cintura, observava com atenção o início da sessão ordinária da eleição presidencial, sob o olhar também atento do filho, renomado médico e pré-candidato a prefeito de Nova Russas: Dr. Rafael Pedrosa.
Diz para mim, Garcia!
Alguém precisa dizer para mim o que o prefeito Gonçalo e o vereador Antonio Carlos (PV), bem no meio da rua Manoel Peixoto, estava conversando. Corredor Garcia, que sempre disputa a São Silvestre e nunca ganhou nada, e estava bem próximo, e o Sérgio Malandro, que estava mais próximo ainda, precisam me dizer o que eles estavam conversando. 
Porque são covardes...
Foi uma frase dita por uma irmã do vereador Teixeira, respondendo à vereadora Toinha do Capitão, que tentava explicar o inexplicável da fuga dos vereadores para se esconderem, durante dois dias, na mansão da vereadora Karla Loiola, que fica na vila de Folguedo.
Carlim, o radical estiloso...
Figura folclórica da oposição local, Carlim Pamonha, bem trajado e com chapéu psicodélico na cabeça, era um dos mais alegres com a vitória de Socorrinha Arraes. Mas, desta vez, adotou comportamento pacífico e cordial.
Túnel do tempo...
Que fim levou o ex prefeito Acácio, que não compareceu e nem mandou representante para a eleição da mesa diretora da Câmara?
É o novo!
Eleitor das antigas lembrando que, em 1988, votou em Tony Jorge -tio e atual prefeito de Catunda-, para vereador de Nova Russas e Chico Rosa para prefeito.
__________________________________________
Colunista: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.

JOSÉ AIRTON TENTA EXPLICAR

José Airton tenta explicar por que votou contra a cassação do colega André Vargas

zeairton
Essa é do deputado federal José Airton (PT), que já se encontra em Fortaleza, ao tentar explicar o porquê de ter sido o único a votar contra a cassação do seu colega de partido, André Vargas:
“Não tem nada contra ele. Nem processo. Acho que a cassação seria muito pesada. Podia ter punição como suspensão ou advertência, porque não tem nada contra ele”.

André Vargas foi cassado sob suspeita de ser sócio em negócios escusos com o doleiro Alberto Yusseff, aquele de tantos desvios de recursos da Petrobras.

José Airton disse ainda que estava com a consciência tranquila.
(Foto – Paulo MOska)

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

BLOG DO PROFESSOR TIM - ELEIÇÃO DA CÂMARA

Coluna do Professor Tim sobre eleição de Socorrinha Arraes Presidenta da Câmara.

Vontade de Deus no sonho realizado, táticas e estratégias, principais articuladores e erros do prefeito Gonçalo na vitória de Socorrinha Arraes!

Se Deus escreve certo por linhas tortas, e cumpre todos os pedidos, nada mais justo de que a vontade de Deus tenha sido feita na vitória da vereadora Socorrinha Arraes, do Partido da Solidariedade -SD-, para presidenta da Câmara de Nova Russas, devendo tomar posse em 1º de janeiro/15 para cumprir mandato de um ano.

Ser presidenta da Câmara dos Vereadores, comandar o parlamento local, sempre foi o maior sonho, a maior obsessão, a maior tara, a maior vontade política da vereadora Socorrinha Arraes, mas sempre foi adiado por preconceito e discriminação política contra a mesma.

Mas tudo tem o dia e a hora de acontecer as coisas e os fatos. 10 de dezembro foi a data escolhida para que a vereadora Socorrinha Arraes, que era da base do governo Gonçalo e aderiu à oposição, fosse, finalmente, eleita presidenta da Câmara de Nova Russas, ganhando por 7 votos contra 6 dados a Pedro Lira.

Não apenas ganhou, mas fez cabelo, barba e bigode. Sua chapa, formada pelo vice Kapita (PROS), Karla Loiola (PC do B) e Denílson (PSD) na segunda secretaria, também foi eleita pelos mesmos 7 votos obtidos por ela na disputa presidencial da Câmara.

Vitória de Socorrinha foi fruto de estratégias corretas da bancada de oposição e de líderes políticos oposicionistas, como Marcos Alberto e o vice prefeito: Sérgio Brito. Toinha do Capitão, que era a candidata a presidenta, mas jamais ganharia, renunciou sua candidatura para apoiar o sonho presidencial de Socorrinha Arraes.

Kapita, que era o vice de Toinha do Capitão, permeneceu como vice de Socorrinha, e a vereadora Karla aceitou compor a chapa na secretaria ao lado de Denílson. Recebendo apoios de Kátia Santos e da vereadora Rejane Tavares, que é do PROS.

Adesões da bancada de oposição que garantiram os 7 votos necessários para que Socorrinha Arraes derrotasse a base política do governo municipal, que, de última hora, em detrimento da candidatura oficial do vereador Teixeira, decidiu votar em Pedro Lira -PPS.

Ex prefeito Marcos Alberto foi outro que deu grande contribuição para que a oposição legislativa vencesse o prefeito Gonçalo na disputa mesa diretora da Câmara. Marcos atuou e ajudou como articulador político e assessor jurídico dos mais competentes.

O vice prefeito, Sérgio Brito (PT), foi outro líder fundamental na vitória de Socorrinha Arraes, em que, por sua força, alguns vereadores de oposição foram convencidos por Sérgio Brito a votarem nela para presidir o Poder Legislativo.

Questão de lógica. Sérgio Brito, nos 8 anos em que passou como vereador, nunca perdeu uma eleição de Câmara e nem eleitoral. Ganhou todas, até mesmo se elegeu vice prefeito na chapa que teve Gonçalo Diogo como prefeito eleito.

Mas se a oposição acertou nas táticas e estratégias, o prefeito Gonçalo Diogo foi um péssimo jogador tático e estratégico. Não soube conciliar os vários candidatos da sua base governista. Poderia ter apoiado Zé Roberto, que unia mais sua base, mas não apoiou.

Ou poderia ter realizado o sonho presidencial de Socorrinha Arraes, que teria uma eleição mais fácil, pois ela teria votos nas bancadas do governo e da oposição, mas preferiu apoiar a candidatura do vereador Teixeira, muito rejeitada em todas as bancadas.

Erro político que pode custar caro a Gonçalo Diogo, caso a presidenta eleita Socorrinha Arraes resolva fazer uma gestão oposicionista para valer contra a atual. Há o risco, inclusive, de CPI e de comissões processantes para afastar e cassar o mandato do prefeito Gonçalo Diogo.

Agora que realizou seu sonho de ser presidenta da Câmara, a vereadora Socorrinha Arraes não pode realizar apenas seus sonhos individuais.

Tem que realizar os sonhos de todos os vereadores por uma independência do Poder Legislativo em relação à Prefeitura de Nova Russas.

Sonho que deve se realizar coletivamente.
Pois sonho que se sonha junto, vira realidade.
Parabéns e boa sorte, Socorrinha Arraes!
Artilharia verbal contra Gonçalo na tribuna...

Como se a tribuna da Câmara fosse um divã da catarse legilsativa contra o Executivo, os vereadores de oposição fizeram duras críticas ao prefeito Gonçalo Diogo em seus discursos.

Karla Loiola denunciou os direitos negados aos servidores públicos, Kátia Santos afirmou que os vereadores de Nova Russas não são mercadoria à venda e pediu que o prefeito Gonçalo colocasse na balança os altos e baixos do seu governo.

Toinha do Capitão, em tom de desabafo, disse que foi uma vereadora que defendeu e levantou a bandeira do prefeito Gonçalo, mas foi colocada para fora do seu grupo político. E a vereadora Rejane, sempre falando bem, pediu que o prefeito Gonçalo Diogo melhorasse a saúde pública e a vida dos pacientes.

Em resposta, o prefeito Gonçalo disse que a consciência tranquila de trabalhar bem para o povo de Nova Russas e disse que iria trabalhar em parceria com a Câmara.

Maioria oposicionista no plenário...

Se o prefeito Gonçalo perdeu o placar na mesa diretora da Câmara, também perdeu no plenário daquela Casa. Maioria dos presentes era da oposição local: ex vereador Mozart, Joyce (esposa do vereador Denílson), Professor Adahil, ex prefeito Marcos Alberto, alguns acacistas, sindicalistas, Carlim Pamonha, Luís do Açougue, João Paulo, líder comunitário Chico Preto, Saroba, Léo Atleta, Alex Salgueirim, Hideraldo Peres etc.

E agora, Washington?

Esposa da atual presidenta e candidata derrotada para o cargo de segunda secretária da mesa diretora, o estrategista Capitão Washington Pedrosa, antes de começar a votação, com as mãos na cintura, observava com atenção o início da sessão ordinária da eleição presidencial, sob o olhar também atento do filho, renomado médico e pré-candidato a prefeito de Nova Russas: Dr. Rafael Pedrosa.

Diz para mim, Garcia!

Alguém precisa dizer para mim o que o prefeito Gonçalo e o vereador Antonio Carlos (PV), bem no meio da rua Manoel Peixoto, estava conversando. Corredor Garcia, que sempre disputa a São Silvestre e nunca ganhou nada, e estava bem próximo, e o Sérgio Malandro, que estava mais próximo ainda, precisam me dizer o que eles estavam conversando. 

Porque são covardes...

Foi uma frase dita por uma irmã do vereador Teixeira, respondendo à vereadora Toinha do Capitão, que tentava explicar o inexplicável da fuga dos vereadores para se esconderem, durante dois dias, na mansão da vereadora Karla Loiola, que fica na vila de Folguedo.
Carlim, o radical estiloso...

Figura folclórica da oposição local, Carlim Pamonha, bem trajado e com chapéu psicodélico na cabeça, era um dos mais alegres com a vitória de Socorrinha Arraes. Mas, desta vez, adotou comportamento pacífico e cordial.

Túnel do tempo...

Que fim levou o ex prefeito Acácio, que não compareceu e nem mandou representante para a eleição da mesa diretora da Câmara?

É o novo!

Eleitor das antigas lembrando que, em 1988, votou em Tony Jorge -tio e atual prefeito de Catunda-, para vereador de Nova Russas e Chico Rosa para prefeito.
__________________________________________
Colunista: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.
Postado por Blog do Professor Tim à

O QUE É ISSO, COMPANHEIRO??????

Que é isso, companheiro?!

“Depois de mais de duas horas de confusão, a Câmara aprovou hoje (10) o pedido de cassação do mandato do deputado André Vargas (sem partido-PR), por 367 votos a favor, 1 contra – no caso o cearense José Airton (PT), e 6 abstenções. No plenário, último estágio para a perda de mandato, os parlamentares decidiram condenar Vargas por envolvimento em negócios com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato por participação em um esquema de lavagem de dinheiro. O parlamentar é acusado de ter intermediado, no Ministério da Saúde, contratos com o doleiro.

Vargas não participou da sessão, nem indicou representante legal para fazer sua defesa. Em uma última tentativa de adiar a votação, ele apresentou, na noite de ontem (9), um pedido à Mesa da Casa alegando que está se recuperando de uma cirurgia odontológica. Como o recurso não passou pela perícia da junta médica da Câmara, a orientação foi pela rejeição do pedido. “Não tem validade regimental. Também foi facultada a indicação de um advogado e também não foi feito”, explicou o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).”

(Agência Brasil/Foto – Paulo MOsKa))

COMISSÃO PRESIDIDA POR DOMINGOS NETO QUER DEBATE SOBRE PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

O deputado federal Domingos Neto (Pros) conseguiu aprovou requerimento garantindo a realização de audiência pública, na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, onde é presidente, para debater o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A audiência deverá contar com a presença dos ministros Teresa Campelo (Desenvolvimento Social e Combate à Fome) e Miguel Rosseto (Desenvolvimento Agrário). O parlamentar disse que fará um esforço para que a audiência seja realizada ainda este mês, embora a Câmara já esteja encerrando os trabalhos.

Segundo Domingos Neto, este tema tem grande alcance social, visto que o programa contempla na área de segurança alimentar crianças de 02 a 7 anos de idade, gestantes e idosos em situação de vulnerabilidade social. O programa foi criado em 2003 para atender o Nordeste e o Norte de Minas Gerais, em parceria com os governos estaduais que custeiam 20%, ficando os 80% restantes a cargo da Secretaria nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, do MDS.

As diretrizes estabelecidas pelo Grupo Gestor do Programa estão defasadas e criando distorções, alerta Domingos Neto. Ele destaca que o teto de R$ 4.000,00 por semestre foi estabelecido quando o litro de leite custava R$ 0,69. Ao longo desses anos, o produto recebeu reajustes, custando hoje R$ 1,05, mas não houve adequação do teto que permanece o mesmo de 2008. Com esta distorção, a alternativa é reduzir a quantidade fornecida, embora seja facultado ao produtor fornecer até 100 litros de leite por dia.

Domingos Neto disse que no Ceará para incentivar o aumento da produção de leite o Governo investiu na aquisição de tanques de resfriamento de leite, kits de inseminação, kits de análise de leite e motoensiladeira.

TCU E O NOVO PRESIDENTE


“O novo presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Aroldo Cedraz, disse hoje (10), durante discurso de posse, ter convicção da seriedade e do comprometimento da presidenta Dilma Rousseff com a ética. Ressaltou que isso será relevante para o resgate da confiança da sociedade e do mercado em seu governo. Citando o jurista, político e diplomata Ruy Barbosa, Cedraz revelou ter “impresso na alma a convicção de que a justiça cega para um dos lados não é justiça”. Salientou que, para ser praticada, cabe a ela “enxergar igual” tanto a direita quanto a esquerda.

Dirigindo-se à presidenta Dilma, presente à cerimônia, Cedraz reiterou a convicção “de sua seriedade e comprometimento com os mais altos valores éticos necessários para resgatar a confiança da sociedade e do mercado no país”. Segundo ele, o TCU continuará fazendo “julgamentos técnicos” com objetivo de contribuir para o aperfeioamento da administração pública. “Nosso papel vai além da defesa do erário. Somos indultores do desenvolvimento econômico e garantidores dos ditreitos fundamentais”, observou o ministro.

“Além disso, a burocracia precisa ser desmontada definitivamente”, acrescentou. Cedraz destacou a necessidade da transparência das contas públicas ter prosseguimento, já que o objetivo é contribuir para o aperfeiçoamento da gestão e otimizar os recursos públicos. “Como dizia o ex-ministro Delfim Netto, o problema brasileiro não é de falta de recursos”, completou, enfatizando a importância da “boa gestão” para que o Estado preste bons serviços aos cidadãos.”

(Agência Brasil)